Dicas para quem precisa dormir em aeroportos

Estou fazendo uma longa viagem até Indonésia, São quase 36 horas. Por isso resolvi hoje compartilhar boas dicas para aeroportos em longas horas neles:

Se sua espera em Guarulhos for longa como a minha, vale a pena usar o Fast Sleep dentro do aeroporto (tomer banho e dormir por algumas horas, super recomendo. http://www.fastsleep.com.br. Localizado no Aeroporto de Guarulhos, próximo ao Desembarque da Ala Nacional na Asa C do terminal 2 térreo. A hora do banho sai por R$ 47 (agosto/2014 era isso). É como um banheiro de hotel, com toalhas, sabonete, shampoo, condicionador e secador de cabelo.

Em Doha tem uma sala Vip incrível, que podemos comer, tomar banho e descansar. Estou aqui nela escrevendo este post, nem dá vontade de ir embora.
Por 40 dólares você fica nela por até 6 horas com direito a uma mesa completa de opções requintadas, ambiente aconchegante, internet e muitas mordomias.

Este tipo de sala vip você encontra em muitos aeroportos pelo Mundo, ainda escreverei sobre isso em um artigo especial.

A melhor opção para quem viaja muito é ter acesso as salas vips com os cartões Diners e American Express. São mais aceitos dentro do Brasil para as salas vips.

“O American Express oferece salas vips próprias, chamadas Centurion Club. Para ter acesso a elas você deve ser um associado Gold Card ou The Platinum Card. Os cartões da linha Credit não oferecem este benefício.

– Aeroporto de Guarulhos / São Paulo.
– Aeroporto de Congonhas / São Paulo.
– Aeroporto do Galeão / Rio de Janeiro.
– Aeroporto Santos Dumont / Rio de Janeiro.
Cartões Diners

Os cartões Diners dão acesso às salas vips próprias, localizas nos seguintes aeroportos.

– Aeroporto de Cumbica / Guarulhos.
– Aeroporto de Congonhas / São Paulo.
– Aeroporto Santos Dumont / Rio de Janeiro.

O associado tem direito a um acompanhante gratuitamente.”

Sobre os cartões se quiserem saber mais temos este post completo no site.

Se quiser economizar ainda mais recomendo o post abaixo sobre dicas para dormir em aeroportos:

OS MELHORES AEROPORTOS DO MUNDO PARA UMA NOITE DE SONO:

1º lugar: Cingapura Changi (Cingapura)

2º lugar: Seul Incheon (Seul, Coreia do Sul)

3º lugar: Aeroporto Internacional de Hong Kong (Hong Kong, China)

4º lugar: Amsterdã Schiphol (Amsterdã, Holanda)

5º lugar: Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur (Kuala Lumpur, Malásia)

6º lugar: Helsinki Vantaa (Helsinki, Finlândia)

7º lugar: Aeroporto Internacional de Vancouver (Vancouver, Canadá)

8º lugar: Aeroporto Internacional de Munique (Munique, Alemanha)

9º lugar: Aeroporto Internacional de Zurique (Zurique, Suíça)

10º lugar: Toronto Pearson (Toronto, Canadá)

Do UOL, em São Paulo

Não é só o Brasil que sofre com episódios de caos aeroportuário. No mundo, viajantes das mais diversas procedências vivem perdendo seus voos por causa de mau tempo, cancelamentos e até erupções vulcânicas. Foi pensando nesse público que a mochileira canadense Donna McSherry desenvolveu o site “Sleeping in Airports”, que dá dicas sobre como enfrentar uma longa jornada dentro de um aeroporto e achar um lugar para dormir dentro dos terminais.

O site, que também serve para viajantes que não querem gastar dinheiro com hotéis durante longas esperas por conexões, reúne informações sobre os melhores lugares para dormir nos principais aeroportos do mundo, tudo baseado nas experiências de McSherry e de milhares de viajantes que mandam seus relatos para o “Sleeping”.

Getty Images
Segundo o “Sleeping”, Cingapura tem o melhor aeroporto do mundo para uma noite de sono

Logo de cara, o “SiA” exibe um guia com dezenas de dicas para pessoas que precisam passar uma noite em um terminal de embarque. Uma delas é “sempre esteja preparado para o caso de seu voo ser cancelado”. Portanto, o passageiro deve carregar itens como “protetores auriculares, um despertador, travesseiro e alguma comida”.

O site também traz um ranking com os melhores e os piores aeroportos para dormir no mundo (baseado em uma votação que contou com a opinião de 18.190 pessoas). Ter assentos sem apoio de braço (que impede que os viajantes deitem nos bancos), internet gratuita, lanchonetes 24 horas e banheiros limpos foram alguns dos quesitos necessários para ocupar o topo da lista.

Nessa disputa, o campeão foi o aeroporto de Cingapura, que oferece salas de descanso, wi-fi gratuito, locais para guardar a bagagem, áreas com video-games e até uma piscina (com acesso pago). O aeroporto carioca do Galeão, por sua vez, foi considerado o segundo pior para dormir na América Latina. “É deprimente ter que passar por aqui antes de um voo. O lugar se parece com alguma estrutura da União Soviética dos anos 50”, escreveu um participante da pesquisa.

Mais informações: sleepinginairports

Fonte: Uol noticias

Comentários ( 0 )

    Deixe um comentário:

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *